By URL
By Username
By MRSS
Enter a URL of an MRSS feed
 
or

27/08/2011 01h24 - Atualizado em 27/08/2011 10h44O furacão, com ventos máximos sustentados de 160 km/h, mantém em alerta de furacão grandes centros urbanos do litoral dos Estados Unidos, incluindo Nova York. Segundo o NHC, Irene ainda é um ciclone de categoria 2 na escala de intensidade Saffir-Simpson, de um máximo de cinco, mas tocará o solo com categoria 1, no entanto, ainda considerado perigoso, pois a velocidade das rajadas de vento seguirá perto de 150 km/h.Está vigente um aviso de furacão (passagem do sistema em 36 horas) desde Nova Jersey e Nova York até a costa de Massachusetts, incluindo as ilhas de Martha's Vineyard e Nantucket. Permanece em vigor uma vigilância de furacão (passagem em 48 horas) para o norte de Sandy Hook, em Nova Jersey, até a desembocadura do rio Merrimack, em Massachusetts.Diversas companhias aéreas cancelaram voos entre este sábado e domingo (28) à costa leste do país e todos os previstos para Nova York. Entre as companhias que mudaram os planos de voos estão Air France, American Airlines, AirTran Airways, JetBlue Airways, Delta Air Lines e Southwest Airlines. Ao todo, 3 mil voos foram cancelados.No caso da Air France, foram suspensos também neste sábado os voos para Washington. Com destino a Boston, no entanto, não houve cancelamentos. Para o domingo, a situação deve se inverter nas duas localidades, pelo menos no que diz respeito aos voos da Air France.O presidente americano, Barack Obama, decretou estado de emergência na Carolina do Norte, Nova York, Virgínia e Massachusetts, estados em que está previsto a passagem do furacão nas próximas horas.Ressaca 'extremanete' perigosa:Os meteorologistas recomendaram aos moradores que tomem precauções porque Irene causará ressaca extremamente perigosa, que deve elevar o nível de água entre dois e três metros acima da média normal.Após passar pela Carolina do Norte, o furacão se deslocará ao longo da costa nordeste dos Estados Unidos e afetará muitas cidades que se encontram na área, informou o meteorologista Félix García, do NHC.Embora classificado na categoria 2, segundo o NHC, Irene tem perdido força durante sua aproximação à costa leste norte-americana.No domingo, segundo o NHC, o fenômeno deve atingir o estado da Nova Inglaterra.A população de Nova York aguarda a chegada do furacão Irene, que pode alcançar a cidade neste final de semana e ser classificado como o mais intenso da história das medições do NHC.Segundo o instituto, o Irene chegou a alcançar nesta sexta o nível 3 na escala Saffir-Simpson, com ventos a uma velocidade de 170 km/h, e chegou a possuir a mesma categoria do Katrina - o furacão que devastou Nova Orleans em 2005, com 1.700 mortos.(*) Com informações das agências de notícias Efe e Reuters